Promax Bardahl vai economizar 18 toneladas de plástico ao adotar embalagens de papelão

Cuidados com carro flex
4 cuidados que o seu carro flex precisa
18 de abril de 2019
Economizando na manutenção do carro
Como economizar na manutenção do seu carro novo
23 de abril de 2019

Bardahl embalagem de papelão

Há notícias assustadoras: a produção mundial de plásticos está acima de 400 milhões de toneladas ao ano. Há notícias animadoras: setores da indústria brasileira entram de cabeça na luta pela preservação do meio ambiente. Um exemplo é a economia de 18,3 toneladas de plástico em 2019 na Promax Bardahl. A empresa pioneira em produtos de lubrificação de motores e aditivos conseguirá esse resultado com uma medida simples e eficiente. Voltar a empacotar seus produtos em caixas de papelão, fabricadas com madeira de reflorestamento.

“A missão da Promax é oferecer produtos de qualidade, com responsabilidade ambiental, que preservem o patrimônio de nossos clientes, transformando-os em multiplicadores da nossa marca. Depois de dois anos usando packs de plástico voltamos a embalar em caixas de papelão, mesmo com custo mais alto, o que comprova nosso compromisso com o planeta. Este é um passo, um passo importante, na caminhada do nosso compromisso de responsabilidade dentro da indústria brasileira. Seguiremos nesse jornada em busca de soluções sustentáveis”, afirma Ricardo Galvão, diretor presidente da empresa.

A Promax Bardahl retorna ao uso de embalagens de papelão após dois anos. Havia adotado os packs de plástico, mas reavaliou sua posição quando a nova diretoria assumiu no final de 2018 e, no início desse ano, voltou a incluir as caixas para 12 e 24 unidades de lubrificantes e aditivos em sua linha de montagem. A medida está provocando economia de 1,53 tonelada de plástico por mês e, além de ser ecologicamente inteligente, facilita o empilhamento e estocagem dos produtos nas oficinas, postos e galpões dos clientes.

Ao desenvolver produtos inovadores e de excelência para a indústria automotiva, Promax Bardahl também colabora na preservação do meio ambiente e no combate à poluição. Significa afirmar que um carro com a manutenção em dia - o que inclui a troca de óleo com o produto de qualidade e no período correto, entre outras ações - terá um motor que funcionará melhor e com menor emissão de gases poluentes.

DNA inovador

Criada em 1939, nos Estados Unidos, a Bardahl chegou em Brasil em 1953. Quatro anos depois, em 1957, nascia a Lubarsa (Lubrificantes Bardahl SA), com a instalação de uma fábrica na cidade de São Paulo. Foi o mesmo período da implantação da indústria automobilística no País, fator fundamental para o crescimento vertiginoso da empresa na década de 1960.

Com o objetivo de abastecer todo o território nacional com produtos de alto padrão de qualidade, a Bardahl tornou-se, rapidamente, sinônimo de aditivos no Brasil. O desenvolvimento de produtos como o Maxoil Long Life, que introduziu no mercado nacional o conceito long life, o Proal, primeiro aditivo para o etanol, e Bardahl Flex, para veículos a gasolina e etanol, fortaleceram a imagem da marca, conhecida pela qualidade dos produtos e pioneirismo das ações.

Atualmente, a única fabricante licenciada para produzir Bardahl no Brasil é a Promax, empresa dos mesmos fundadores da Lubarsa. Além de uma extensa linha automotiva, que inclui produtos para veículos leves e pesados, a Promax conta com uma linha industrial, Maxlub, que inclui até os modernos lubrificantes atóxicos Kelube, que atendem fabricantes de alimentos e bebidas, entre outros segmentos. A planta fabril desta linha é a única do Brasil a ter a Certificação NSF International. Tecnologia, qualidade, pioneirismo e empreendedorismo podem resumir a história de sucesso da Bardahl no Brasil e no mundo.