Sistema de Arrefecimento: Entenda o que é e para que serve

Como cuidar dos pneus do seu carro
Como cuidar dos pneus do seu carro
18 de fevereiro de 2019
Como lavar o seu carro de maneira adequada
Como lavar o seu carro de maneira adequada
9 de abril de 2019
Sistema de Arrefecimento: Entenda o que é e para que serve

Sistema de Arrefecimento: Entenda o que é e para que serve

Você já se viu preso ao trânsito por várias horas? Seja no dia a dia ou naquela viagem do feriado prolongado, o trânsito em estradas e avenidas não é algo incomum para os brasileiros.

No entanto, o trânsito é algo que pode ser muito prejudicial ao seu veículo! É por isso que o sistema de arrefecimento é essencial para o funcionamento do motor. Um mau funcionamento deste sistema pode ser responsável por causar grandes prejuízos ao proprietário.

Para que serve o sistema de arrefecimento
O sistema de arrefecimento é responsável por manter a temperatura ideal de trabalho e oferecer a troca térmica entre as peças, evitando o empenamento, queima de juntas e até fundir o motor.

Quais são as peças que compõem o sistema de arrefecimento

No sistema de arrefecimento você encontrará mangueiras, ventoinha, radiador, bomba d’água, válvula termostática, vaso de expansão e um líquido – que deve ser composto 50% por água desmineralizada e os outros 50% por um aditivo, ou conforme recomendação do Manual do Proprietário..

Você pode comprar essa mistura pronta ou separada, para misturar por conta própria. No entanto, fique atento quanto ao nível indicado no reservatório. Se houver mais líquido do que o necessário, pode gerar uma pressão maior, causando vazamentos, ruptura das mangueiras, entre outros problemas. Abasteça sempre o sistema entre as marcas de nível mínimo e máximo existentes no reservatório.

Funcionamento do sistema

É necessário que a água desmineralizada, junto com o aditivo para radiadores, percorra a parte interna do motor – sem entrar em contato com os componentes responsáveis pela combustão. Quando a mistura chega ao radiador, a troca de calor é realizada.

Essa movimentação ocorre pelas mangueiras e pelas galerias internas de refrigeração, cujo fluxo é controlado pela válvula termostática, que bloqueia a passagem de líquido quando o motor esfria e a libera novamente quando ele ultrapassa uma determinada temperatura. A peça responsável pela movimentação do sistema é a bomba d’água.

Quando o carro não está ligado, o líquido fica no reservatório de expansão – a peça plástica em que é possível verificar o nível do líquido.

Neste processo, a ventoinha é utilizada para reduzir o calor do líquido no radiador.

Para que esse sistema funcione adequadamente, é importante que o nível do reservatório seja conferido a cada semana. Os fabricantes orientam que o tempo de troca do líquido varia entre 1 ano e 30 mil km podendo chegar a 5 anos e 150 mil km, dependendo da tecnologia utilizada (inorgânico ou orgânico).

As outras peças do motor devem ser trocadas apenas quando apresentarem desgaste. As mangueiras, por exemplo, costumam ficar ressecadas e inchadas, causando vazamentos. Neste caso, leve o carro para uma oficina e verifique se outros componentes também foram danificados.

Com o motor desligado e frio, faça a verificação do nível e, se estiver abaixo do mínimo, isso pode indicar que há vazamento ou baixa concentração de aditivo. Neste caso, procure um local para reparo e reposição do fluido.

Manutenção preventiva do sistema de arrefecimento

Para evitar que o seu carro dê problemas, não deixe de verificar o nível do reservatório e abasteça-o somente com a mistura correta (água desmineralizada e aditivo). Usar essa mistura altera o ponto de ebulição e congelamento, protegendo melhor o seu motor.

Adquira os produtos para o seu sistema de arrefecimento na Loja Promax Bardahl!

Arrefecimento Bardahl