Você gosta de veículo esportivo ou de passeio?
18 de junho de 2021
Você pode aditivar seu combustível
5 de julho de 2021

Demanda por equipamentos aumenta na proporção do crescimento contínuo do agronegócio brasileiro. Motores a diesel de tratores, colheitadeiras, plantadeiras, entre outras, precisam de cuidados específicos

shutterstock_1192562161

Expressões como “O Brasil é o celeiro do mundo” não são novidade. E se você assistiu TV nos últimos anos, conhece bem o slogan “Agro é tech. Agro é pop. Agro é tudo”. De fato, o agronegócio brasileiro está com tudo. Os números comprovam:

– Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a produção agrícola brasileira deve bater um novo recorde em 2021, atingindo total de 264,9 milhões de toneladas. São 10,7 milhões de toneladas a mais do que no ano anterior, aumento de 4,2%.
– De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o Brasil é responsável por produzir uma quantidade de alimentos que atende a 800 milhões de pessoas em todo o mundo. E, nos próximos cinco anos, deve tornar-se o maior exportador de grãos do planeta.

O mundo tem fome e, como já dizia Pero Vaz de Caminha, em carta ao rei Dom Manuel logo após o descobrimento do Brasil, em 1500, por aqui, “se plantando tudo dá”.

Leia também:

👉 Garanta maior rendimento aos seus equipamentos:
👉 O diesel melhorou, mas as bactérias estão mais resistentes:
👉 Impactos da pandemia nos motores de geradores:

Máquinas do campo

Ampliar a produção agrícola demanda investimento nos processos de plantio e colheita. A cada ano, os altos volumes exigem maquinário variado, de tratores de pequeno porte a plantadeiras, pulverizadores e colheitadeiras gigantescas movidas a motores diesel e não podem parar por problemas mecânicos. 

Seja no campo ou na cidade, um dos meios mais eficazes de evitar problemas é a prevenção. Neste segmento e em qualquer outro, a busca pela redução no desperdício é grande. O combustível é um dos maiores custos para a operação. Portanto, ações coordenadas com a utilização de produtos corretos, permitem que os motores trabalhem com os sistemas de injeção limpo, como novo. 

Na entressafra um dos riscos ocorre quando o combustível fica parado no reservatório e se degrada. Essas situações podem acarretar falhas mecânicas, entupimento de filtros e, consequentemente, duplo prejuízo para o produtor rural. O direto, devido aos custos elevados com manutenção e reparo, e o indireto, com a perda de produtividade em função do equipamento parado. 

Quem planta, colhe

A fim de auxiliar tanto pequenos, médios e grandes produtores, empresas como a Promax Bardahl desenvolvem produtos específicos para cada tipo de necessidade. No caso dos motores diesel de máquinas agrícolas, o Agroprotetivo D-600 é a solução. Isso porque realiza uma descarbonização em todo o sistema de alimentação, eliminando os resíduos formados nos injetores, garantindo o funcionamento adequado e ainda conta com ação bactericida e fungicida. 

O Agroprotetivo D-600 age positivamente no desempenho da máquina, reduzindo a emissão de poluentes e, ao mesmo tempo, atuando na economia de combustível. Ao eliminar o desenvolvimento de bactérias e sua proliferação, evita a formação de borras e o entupimento de filtros. 

Vale lembrar que o Agroprotetivo D-600 aumenta a vida útil do combustível, permitindo seu armazenamento por um período superior, em até 180 dias. Protege contra a corrosão todas as peças do sistema de alimentação: tanque, tubulações, bomba injetora, válvulas, anéis e dutos, atuando tanto na fase líquida quanto na fase vapor. Pode ser aplicado em todo reabastecimento, inclusive nos tanques aéreos e sua utilização é muito econômica, 1 litro do produto é capaz de tratar 2.000 litros de diesel. 

BANNER_BLOG_ADITIVOS