Você precisa conhecer o teste da máquina Timken
23 de abril de 2021
Você sabe o que é a mistura rica?
7 de maio de 2021

Entenda os pontos fundamentais desse importante item da manutenção preventiva do veículo e aprenda como proceder na hora de substituir o lubrificante.

background_B12 Premium

Não é de hoje que a Internet é o maior “tirador de dúvidas do mundo”. Recorrer a assistentes virtuais na busca de informações para solucionar todo tipo de problema é uma atividade corriqueira no Brasil e no mundo.  

Pergunte ao Google sobre “troca de óleo” e a ferramenta mostrará aproximadamente 118.000.000 resultados. Refine a pesquisa para “troca de óleo do motor” e encontrará mais de 12.600.000 possibilidades de pesquisa. 

 O índice Google dá a medida do interesse por essa ação tão importante quanto corriqueira. Para facilitar as próximas buscas por informações sobre troca de óleo, reunimos em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre a substituição do lubrificante do seu veículo. Confira:

 

Por que trocar?

Utilizar o veículo com óleo vencido acarreta sérios problemas, desde ruídos no motor, desempenho ruim em termos de potência, desgaste das peças com o aumento do atrito, aumento de consumo de combustível, até o sério risco de fundir o motor. 

Leia também:

👉 Você sabe qual a validade do óleo de motor?
👉 O aditivo mais poderoso do mercado
👉 Bardahl B12 Plus: Por que utilizá-lo em seu carro?
 

 

Quando trocar:

As montadoras indicam os prazos, usualmente entre 5.000 km ou 10.000 km, registrados no manual do usuário. Mas, o que poucos sabem é que o mesmo óleo indicado pela montadora pode ter diferentes períodos à serem trocados.Tudo isto dependo do modo de uso do veículo.  

Outro fator a ser levado em conta é o chamado uso severo. Ao contrário do que a maioria pode pensar, isso ocorre em situações de pesado tráfego urbano, quando a velocidade média é baixa, situação comum no tráfego urbano, conhecido como anda-para. Nesses casos, o período de troca do lubrificante indicado no manual do veículo pode cair pela metade. Este é o principal fator do fabricante de lubrificante não recomendar períodos de troca, mas, sim, a indicação de seguir a recomendação do manual do fabricante do veículo.

 

Onde trocar:

É possível efetuar a troca do lubrificante em postos de combustível, lojas especializadas em trocas de óleo, oficinas mecânicas e locais de assistência técnica especializada nas concessionárias. Em todos os casos, “o pulo do gato” é procurar por qualidade e confiança.   

Além da correta orientação e uso de produtos de qualidade comprovada, a mão de obra faz diferença. Erros como deixar escorrer óleo no motor (área externa) durante a aplicação (pode dificultar a identificação de um problema mecânico como o vazamento e a fumaça), não fixar o bujão que fecha o dreno do cárter de óleo, colocar a dosagem errada no cárter, entre outros, comprometem o desempenho do veículo e podem gerar quebras. 

 

Faça a escolha certa:

Pode parecer óbvio, mas cada motor necessita de um tipo específico de óleo. Mais uma vez, o manual do veículo traz todas as informações. Fique atento com a base do lubrificante (sintético, semissintético ou mineral), viscosidade e graus API.   

 

Serviço completo:

Substituir óleo e não trocar o filtro é o mesmo que almoçar sem ter lavado as mãos. Como o filtro retém um volume residual de óleo oxidado, se for mantido após a troca, tenderá a contaminar o lubrificante novo.  

Outro ponto importante é efetuar a troca completa. Misturar óleo novo com usado, mesmo com a mesma especificação, pode gerar contaminação e comprometer a eficácia. 

 

Fique sempre ligado

Após a troca do lubrificante seguindo as orientações do fabricante, fique atento a etiqueta que é colada no vidro, do lado esquerdo do motorista. Ela é o lembrete constante do período indicado para a próxima substituição do lubrificante.  

Também é importante ficar atento aos eventuais sinais. Por exemplo, a luz do óleo no painel indica quando a pressão do lubrificante está muito baixa dentro do motor. Ou seja, quando ela acende, significa que o motor não pode funcionar com segurança e é necessário checar se é hora de fazer a troca. Caso, ela acenda após a troca do óleo e do filtro, procure solucionar imediatamente o problema, a fim de identificar se está atrelado ao procedimento da troca de óleo ou um problema mecânico. 

Outro indicativo visual, mas que ocorre fora do veículo, é o vazamento. Não se engane, se observar pequenas manchas escuras no chão onde seu carro fica estacionado, procure um mecânico.

 

Proteção extra

A troca de óleo é tão importante que é considerada manutenção preventiva para o veículo. E agora que você entendeu os cuidados principais, precisa saber sobre produtos capazes de oferecer proteção extra e por mais tempo para o motor. 

Promax Bardahl conta com uma linha completa de produtos desenvolvidos especialmente para garantir a saúde e longevidade dos motores a gasolina, flex e diesel. Desde óleos do tipo sintético, semissintético e mineral passando pelos aditivos B12 Premium, B12 Plus e novo Power Racing, entre outros.

BANNER_BLOG_ADITIVOS